Noticias

Boa Noite Lisboa

Boa Noite Lisboa 2017 foi medalhado na Inglaterra

O tinto Boa Noite Lisboa 2017 foi medalhado, em Inglaterra, no International Wine & Spirits competition de 2020

O conceito do Boa Noite Lisboa inclui Vinhos Regionais de Lisboa e pretende homenagear a vida noturna da capital portuguesa, feita de gente que gosta de comer fora coisas como Peixinhos da horta, Pataniscas de bacalhau, Ovos verdes, Ameijoas à Bulhão Pato, Iscas com elas ou Bife à Marrare.

Boa Noite Lisboa

Vidigal, Porta 6 (various vintages) Lisboa

JancisRobinson

 

 

 

Written by:  Richard Hemming MW JancisRobinson.com  – 29 Mar 2019

Prices for several vintages of this Portuguese wine of the week are presented below.

2015 from 225 Ukranian hryvnia, €7.95, £16.99 (magnum), NZ$21.95 2016 from HK$85, 85 Polish złoty (three-litre bag-in-box) 2017 from €3.95, £9.29, 13.50 Swiss francs, 2,160 Icelandic kronur, 129 Norwegian kroner
Unspecified vintage from CA$13.99, 45.99 Brazilian real

Find (all vintages of) this wine here

In the week that my vinous alma mater, the UK’s leading chain of specialist wine stores Majestic Wine, announced its imminent sell-off (https://www.jancisrobinson.com/articles/a-naked-wedding), there was only one option for my wine of the week. It is one of their top-selling reds, and deservedly so – a brilliantly crowd-pleasing Portuguese blend with a memorable label that represents excellent value for money, both in Britain and around the world (note all those currencies above).

In recent years, many people (myself included (see link)have expressed dismay at the direction that Majestic has been taking, especially regarding its selection of wine, which has become increasingly reliant on own-brand labels. Over the past ten years, their retail model has changed significantly from the one I knew. This was doubtless necessary in an evolving (and challenging) British wine market, but none of those strategies seems to have done enough to save Majestic. Consequently, their recently announced plans are to sell some stores, rebrand others and redirect funds to the group’s Naked Wines operation.
So one afternoon this week, I stopped in at one of the oldest branches of Majestic, at Vauxhall in south-west London, where I worked many a shift in the past, to buy a wine that is the star of their range – and to remember everything that we once celebrated about this retailer.

Made by Vidigal (https://www.vidigalwines.com/portal/eng/company/), whose motto is ‘the best possible wine at the lowest possible price’, Porta 6 is a blend of 50% Tinta Roriz, 40% Castelão and 10% Touriga Nacional from the massive Vinho Regional Lisboa area. There is nothing especially remarkable about that, so the explanation of the quality in the bottle must be down to prudent grape sourcing and canny winemaking.

The quality on the palate really is impressive. I purchased a bottle of the 2017 vintage and a magnum of the 2015 vintage, at £9.29 and £16.99 respectively, and I’m tasting them as I write this. In both cases, there is a clarity and ripeness to the fruit on the palate that delivers sheer, pure deliciousness. The 2017 is more vivid and expressive, while the 2015 still has enjoyable exuberance – although in both cases, the aromatic impact on the nose is rather understated.
However, the acidity and tannins are incredibly fine-tuned, giving mouth-watering crispness and a well-judged floury grip to the structure. They remind me of the best Côtes du Rhône – bursting with ripe red fruit but savoury to finish, with a liquorice note, sweet spices and a touch of menthol.
It is exactly the kind of wine that made Majestic such a great place to shop – and to work. So, while British drinkers still can, I strongly recommend stocking up on Porta 6, especially because the cost is £8.28 and £14.99 when six or more bottles are purchased from Majestic. For me, the 2017 would be the one to go for, but the strength of the 2015 today (and when I tasted it two years ago (see link)  makes me confident in recommending any vintage. Around the world, several different vintages of Porta 6 are currently on the market, packaged in a variety of formats, from half-bottles to three-liter bag-in-box. They are available widely across the Eurozone, with decent distribution in Canada, the Nordic countries and Brazil, but it is not currently available in the US, it seems.
Whether you have a sentimental attachment to Majestic or not, this wine stands as a brilliant buy.

Find (all vintages of) this wine here!

UD LEIRIA APRESENTA PORTA 6

Esta tarde, a UD Leiria – Futebol, SAD acordou um novo parceiro para a época 2018/2019, é com muito prazer e orgulho que anunciamos a Vidigal Wines.

Serão um dos patrocinadores do equipamento oficial da UD Leiria através de uma das suas marcas de vinho, a Porta 6.

Rodrigo D’Ávila, representante da Vidigal Wines juntamente com o presidente da SAD, Alexander Tolstikov, assinaram os papéis da parceria esta tarde na sede da UD Leiria – Futebol, SAD.

Fonte: https://uniaodeleiriasad.pt

Ver galeria de fotos

Instagram: https://www.instagram.com/uniaodeleiria/

Rafael Cardeira Campeão Nacional de Ralis RC5 de 2017

A Vidigal Wines apoia e parabeniza Rafael Cardeira!

O piloto da Marinha Grande, Rafael Cardeira, sagrou-se no passado fim-de- semana
Campeão Nacional de Ralis RC5, ao volante de um Renault Twingo RS. Após um início de
temporada atribulado com o capotamento no Rali de Castelo Branco, o piloto e a sua equipa
trabalharam arduamente para contornar a situação e lograram os objectivo inicialmente
propostos após vencerem o Rallye Vidreiro Centro de Portugal, o Rallye Casino de Espinho e
ao obterem o segundo lugar no Rallye Casinos dos Algarve.

Quanto à prova propriamente dita, na qual foi navegado por André Couceiro, Cardeira
começou o primeiro dia com uma má escolha de pneus que o obrigou a fazer uma prova em
recuperação. “O primeiro dia foi complicado e uma má escolha de pneus, aliada a três
especiais noturnas com visibilidade reduzida levaram a que não tenhamos conseguido
rodar com o ritmo que desejávamos”, começou por analisar Rafael Cardeira.
No sábado, o piloto do Clube Automóvel da Marinha Grande imprimiu um bom ritmo,
recuperando algumas posições na classificação geral, terminando a prova no segundo lugar
entre os RC5. “Sabíamos que não podíamos arriscar em demasia e pôr em causa o
resultado na prova, mas nem por isso deixámos de fazer os possíveis para recuperar
lugares na classificação. Acabamos por terminar um rali duro com a sensação que fizemos
uma boa prova, reflexo da excelente preparação da temporada. Estou muito feliz por me
ter sagrado, de novo, Campeão Nacional de Ralis RC5”, admite o piloto da Marinha Grande
que com este resultado termina a temporada sagrando-se Campeão Nacional de Ralis RC5,
seguido de Hugo Lopes e Miguel J. Barbosa.

Desta forma, Rafael Cardeira termina a temporada já de olhos postos em 2018, onde
procurará continuar a evoluir na carreira, tendo em aberto várias possibilidades
relativamente à viatura e competição em que irá participar. “Antes de falar do próximo ano,
considero que é importante agradecer a todos os patrocinadores que nos apoiaram ao
longo da época e que tornaram viável a participação nesta competição. Conseguir concluir
a temporada com o título é a melhor forma de agradecer este apoio. Em relação a 2018,
há várias possibilidades em discussão e que a seu tempo serão tornadas públicas”, conclui.

 

Fonte:
BigPress Assessoria de Imprensa & Comunicação
Pedro Batalha – pedrobatalha@bigpress.pt

Vidigal – um dos 5 melhores vinhos segundo revista Britânica

 

VINHO PORTUGUÊS É UM DOS 5 MELHORES PARA PROVAR ESTE ANO, DIZ REVISTA BRITÂNICA

PorJANICE RAPOSO

Segundo uma lista da revista britânica Decanter, o vinho português Porta 6 está entre os 5 melhores vinhos com um preço abaixo de 20 libras (cerca de 22 euros) para experimentar este ano.

Prova de que os vinhos nacionais são uma referência no estrangeiro, o Porta 6 é conhecido por ter “crashado” um website de vendas no Reino Unido devido à sua procura exaustiva, desencadeada devido a um programa televisivo da BBC, como refere o website da Garrafeira Nacional.

O Porta 6 é um vinho de 75cl da Região de Lisboa, produzido pela empresa vinícola Vidigal Wines e feito com base em uvas de Tinta Roriz, Castelão e Touriga Nacional. O seu teor alcoólico é de 13,5 e deve ser servido entre 12 a 18ºC. Em Portugal, custa 3,80€.

Para enquadrar a referida lista, o vinho ao qual se atribuiu uma pontuação de 90, foi testado por Chistelle Guibert – a diretora de prova de vinhos da Decanter -, em Londres, no mês de maio do presente ano.

Para além do Porta 6, da lista fazem parte os seguintes vinhos:

Vinho português é um dos 5 melhores para provar este ano, diz revista britânica

Wine of the week: Vidigal Wines Porta 6

This budget-friendly red blend will give you a ‘chewy’ taste of Portugal, writes Neil Pendock

There are three lazy ways to experience Lisbon without leaving your couch.

If you’re arty, watch Lisbon Story by Wim Wenders on YouTube – a moody flick which put the fado/folk group Madredeus on the map. Fans of Jeremy Irons can hire Night Train to Lisbon for a soppy romantic story, while the thirsty can quaff this delicious red blend with a cartoon of an iconic Lisbon tram on the label.

A chewy blend of Aragonez, Castelão, and Touriga Nacional, this wine shot to prominence when it was featured on a BBC Saturday morning cooking programme. Celebrity chef James Martin raved about it and even bought three cases. He must have paid close to £7.50 (R125) a bottle, while in Lisbon it changes hands for €3.80 (R54) – only 10% more than at Checkers.

Great with Nando’s chicken, leitão assado (roast suckling pig) or feijão (black bean stew). Aragonez (also known as Tempranillo) is from Aragon, the medieval Spanish kingdom at the foot of the Pyrenees, while folks in Calitzdorp will be more familiar with its Port persona: Tinta Roriz.

Font: http://www.timeslive.co.za/sundaytimes/food/2017/02/01/Wine-of-the-week-Vidigal-Wines-Porta-61

Prémio especial no Challenge International du Vin 2016

Prémio especial no Challenge International du Vin 2016

“No concurso deste ano do Challenge International du Vin (a 40ª edição), o melhor vinho tinto não-francês e o melhor generoso não-francês vieram de Portugal. Foram eles o Reserva dos Amigos Selecção Especial Vinho Reg. Lisboa 2013, da Vidigal Wines, e o Porto Ferreira branco 10 Anos, da Sogrape Vinhos. Este concurso decorreu nos dias 1 e 2 de Abril, em Bourg, França (ao pé de Bordéus), e contou com 4.162 vinhos, provenientes de 37 países diferentes. A avaliação esteve a cargo de um painel de jurados com 704 especialistas de 21 nacionalidades diferentes….”

Click aqui para ler noticia completa

Fonte: http://www.revistadevinhos.pt

Vidigal Wines no Mundo!

Noruega
Alemanha
Suecia
Angola
Japão
USA
Macau
França
Dinamarca
China
Suiça

Holanda
Canada
Estonia
Finlandia
Inglaterra
Brasil
Bélgica
República da Irlanda
Malasia
Polónia

Luxemburgo
Hong Kong
Cabo Verde
Moçambique
Austria
Greece
Roménia
Ucrania
Iceland
Colombia

Portal Vivendo a Vida

Screen Shot 2015-09-18 at 15.52.22

No começo do mês passado, um vinho tinto português pouco conhecido, vendido no varejo, foi recomendado pela Master of Wine Susie Barrie no popular BBC Saturday Kitchen. Após a recomendação, o vinho foi totalmente vendido em poucas horas, provocando inclusive que o site ficasse fora do ar devido à grande quantidade de pedidos.

Barrie disse que o “Porta 6″, safra 2012, um blend das uvas portuguesas Tinta Roriz, Castelão e Touriga Nacional, da Vidigal Wines, próxima a Lisboa, harmonizaria brilhantemente com um prato de cordeiro grelhado. O apresentador do programa, James Martin, concordou classificando-o como um dos melhores vinhos tintos que provou nos últimos 10 anos que trabalha no programa.

Ele acrescentou que comprou 3 caixas pela internet e que a Majestic foi inundada com pedidos, provocando queda do site às 11h00 por problemas de tráfego.

Majestic informou que recebeu mais de 1.000 pedidos para o vinho até o meio-dia, “hora de maior movimento na história de seu site”, e que tinha vendido completamente o estoque 3 horas após o término do programa. Além disso, foram reservadas 30.000 garrafas do Porta 6 durante o final de semana…

Ver matéria completa em: Vivendo a Vida

Los Angeles International Wine Competition

Temos muito orgulho em apresentar os resultados conseguidos na competição anual em Los Angeles:


1)
     
Hot Spot White Wine Blend 
a.       92 points
b.      Gold Medal
c.       BEST OF CLASS in the whole show for Portuguese white wine blends

2)      Hot Spot Red Wine Blend
a.       90 points
b.      Gold Medal

3)      Porta 6 White Wine Blend
a.       91 points
b.      Gold Medal

4)      Porta 6 Red Wine Blend
a.       90 points
b.      Gold Medal

 

“Vidigal Wines apoia Miguel Adão no Circuito Mundial de Bodyboard”

A Vidigal Wines empresa de Vinhos de Leiria onde a tradição portuguesa de produzir um bom vinho está bem presente nos seus produtos, é o ultimo apoio de Miguel Adão  que vai possibilitar que o Miguel esteja presente no Circuito Mundial de Bodyboard em 2015, alcançando assim o seu sonho de competir com os melhores do mundo nas melhores ondas.

Miguel Adão que dia 25 Junho parte para Brasil e Chile para a perna Sul americana do Circuito onde durante um mês e meio irá competir em 3 provas importantíssimas do Circuito Mundial de Bodyboard.
Em Setembro segue-se a perna Europeia com 3 etapas e no final do ano segue-se Puerto Rico e Venezuela.

O objectivo do Miguel (Campeão Europeu Junior e Vice Campeão Mundial Junior) para este primeiro ano do Circuito Mundial a tempo inteiro será conseguir subir no ranking e terminar no top 30 Mundial.
Miguel conta ainda para esta nova aventura na sua carreira com os apoios do Centro Cirúrgico de Coimbra, Zion Wetsuits e da Associação Bodyboard Foz Mondego.”
Cumprimentos

A direcção

Você tem 18 anos ou mais? Este site requer que você tenha 18 anos de idade ou mais. Por favor, confirme a sua idade para acessar o conteúdo ou clique em "Sair" para sair.